Aprender francês demora quanto tempo?

Saiba até onde você quer chegar e quantas horas de estudo precisará para cumprir esse objetivo!

Conhecer a Língua Francesa é o sonho de inúmeros brasileiros como você, que acham a França um excelente lugar para se estudar e trabalhar, além de um ótimo país para realizar atividades de Turismo. Esse sonho não sai das cabeças dessas pessoas, de modo que elas frequentemente se perguntam: quando tempo demora para aprender Francês?
A resposta para essa pergunta depende no nível ou grau do idioma Francês a que você pretende chegar. Nesse contexto, de acordo com números do Centro Internacional de Estudo Pedagógico (Ciep) publicados no site Versão Francesa, você pode aprender esta língua em:

• 60 a 80 horas:
Nesse tempo é possível aprender a fazer e responder perguntas básicas sem a necessidade de recorrer a materiais de apoio;

• 150 a 230 horas:
Com duas a até três vezes mais tempo de aprendizado, você conseguirá conversar em muitas situações do cotidiano em uma cidade francófona.

• 250 a 400 horas:
Além de aumentar a capacidade de conversação, você adquire a habilidade de argumentar em Francês.

• 420 e 650 horas:
Com essa carga horária de aprendizado, você pode até realizar cursos universitários na França, se desejar.

Estima-se que, em média, uma criança demore algo em torno de 12 mil a 15 mil horas para dominar o idioma do país no qual nasceu. Talvez esse seja mais ou menos o mesmo tempo que um adulto pode levar para aprender um idioma novo.

De acordo com o jornalista britânico, Malcolm Gladwell, em seu livro “Outliers: the story of sucess” (Fora de série: descubra por que algumas pessoas têm sucesso e outras não), é necessário aproximadamente 10 mil horas de estudo teórico e prático para que uma pessoa se torne exemplar em uma nova atividade como ser fluente em Francês, por exemplo. Em outras palavras, com 10 mil horas de estudo você conseguiria não apenas ouvir, falar e compreender bem a Língua Francesa, mas poderia até escrever um livro inteiro neste idioma se quisesse.

Compartilhar esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *